Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Jorge Fraga - Escola Superior de Educação de Viseu- Instituto Politécnico de Viseu

SEMINÁRIO «ABORDAGENS BIOGRÁFICAS, MEMÓRIA, HISTÓRIAS DE VIDA»
02/2009
CIES-ISCTE

JORGE FRAGA
Escola Superior de Educação de Viseu- Instituto Politécnico de Viseu
A vida na Factory de Andy Warhol: um testemunho
Life in Andy Warhol’s Factory: a testimony

"O arcanjo, que tal viu, toma apressado
Pela mão nossos pais que se demoram,
Do oriente até à porta assim os leva;
E, chegando à planície que se alonga
Fora do Éden, deixou-os e sumiu-se.
De pena algumas lágrimas verteram,
Mas resignados logo as enxugaram.
Diante deles estava inteiro o Mundo
Para a seu gosto habitação tomarem,
E tinham por guia a Providência.
Dando as mãos os pais da humana prole,
Vagarosos lá vão com passo errante
Afastando-se do Éden solitários."
Milton, O Paraíso Perdido

New York, finais de 1973. No fascínio do Mundo Novo, inquieto, desassossegado e com a alma lusa de descobridor, pernoitei algumas "noites" no Factory. Pernoitar não é dormir, mas sim passar a noite, e as noites em Dezembro começam cedo desde os Happy Hours. O resto é a memoria de quem tinha vinte anos e que, num exercício de rewind, me faz evocar espaços, rostos, situações, cheiros, ruídos e sabe-se lá mais o quê e que hoje ainda permanecem dealgum modo registados no labirinto que era o Factory e que o é também, tantos anos depois, na reapreciação do vivido.
 

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA