Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

GEFAC

As diversas manifestações da cultura popular constituem, por excelência, o momento em que um povo fala lealmente de si, o momento onde um povo se revela na sua maneira de ser própria.

Enraizado nesta consciência, o Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra (GEFAC) é fundado como Organismo Autónomo da Associação Académica de Coimbra em 1966, tendo desenvolvido desde aí um exaustivo trabalho de recolha, tratamento e divulgação das manifestações tradicionais.

O GEFAC utiliza as manifestações populares numa perspectiva criativa, principalmente nos ajustamentos aos aspectos cénicos, que permitem produzir um espectáculo globalizante, não tanto empenhado em demarcar regiões, mas sim em acentuar o sentir que provocou o aparecimento das manifestações.

Os espectáculos gerais realizados pelo grupo (como "A Água Dorme de Noite") são exemplo do tipo de espectáculos que se têm vindo a fazer ao longo de mais de 40 anos de actividade. Realmente, neste esforço de divulgação, o GEFAC já apresentou cerca de 800 espectáculos, quer no país quer no estrangeiro, bem como várias gravações para algumas televisões europeias.

O GEFAC tem ainda em cena um texto de teatro popular mirandês - "Comédia do verdadeiro Santo António que livrou seu pai da morte em Lisboa" - resultante de um exaustivo trabalho de recolha de textos na região de Miranda do Douro, já publicado em livro.

Correlativamente a esta actividade, têm-se vindo a realizar bienalmente as Jornadas de Cultura Popular, com o intuito de promover o encontro de cada cidadão com a sua própria cultura e com a cultura de outros povos.

 
site: http://www.gefac.pt/quem_somos.htm

 

 

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA