Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Oração de S.Gens

nome:
Mariana dos Santos Pacheco (Mariana Bicho)
ano nascimento:
1938
freguesia: Salvada
concelho:
Beja                                           
distrito:
Beja
data de recolha: Outubro 2010
 
 

Dados de inventário
  • Oração de S.Gens
  • Beja

    “Oração de S.Gens”-Alusão a episódios da vida de Maria, de Jesus e de alguns santos.

    Mariana Bicho; Salvada; Ano de nascimento: 1938; Concelho de Beja.

    Registo 2010.

Transcrição
  • Oração de S. Gens

     

    « A oração de S. Gens:

     

    Mais da Virgem Maria,

    tanto caminham de noite

    como caminham de dia.

    - Abram-se estas portas,

    ó porteiros de algum dia.

    - Minhas portas na’(1) se abrem

    a gente desconhecia.

    Guardar a vós, senhora,

    até que nasça a luz do dia.

    Comam dessa verde erva,

    bebam dessa água fria.

    São José foi à fonte,

    à fonte da (…).

    Quando São José veio

    já a Senhora tinha tido

    o seu bendito filho.

    Era tanta a sua pobreza

    que na’ tinham uns paninhos

    pra(2) enrolar Menino de Deus,

    filho da Virgem Maria.

    Do Céu de’ceu(3) um anjo

    cantando as ave-marias(4).

    Três paninhos de oiro trazia

    pra enrolar Menino de Deus,

    filho da Virgem Maria.

    Quando para o Céu voltou,

    padre interno perguntou:

    - José, como está Maria?

    - Maria está bem.

    ‘Tá(5) numa sé metida.

    - Uma sé nem é nada

    prò que Maria merecia.

    Hei-de mandar fazer um (…)

    todo de pedra ladria(?).

    - Eu mandei estudar

    ao anjo de Sã’(6) Gabriel,

    e o anjo de Sã’ Gabriel me disse:

    - Bendito sejais, Maria!

    Co se’(7) filho que morria.

    - Quinta-feira por a luz

    queriam-me levar à cruz.

    E o campo *se mas te faz*(?).

    E a verdade consigo atrás.

    - Quando cheguemos à igreja

    rezemos as orações.

    Alevantemos corações

    aos me’s apóstolos irmãos

    para que na’ sejam mortos,

    nem apanhados,

    nem da fama difamados.

    Tudó(8) homem que buber(9)

    será bem aventurado.

    Neste mundo será rei

    e no outro será coroado.

    -Ó Pilatos, ó Pilatos,

    vamos ao rei dos judeus.

    Vamos escrever uma carta

    pra mandar aos fariseus.

    Eles que matassem Cristo

    e Cristo morreu por nós.

    Sã’ João, por fazer voz,

    por visto morreu cordeiro,

    preso àquele madeiro.

    E a Virgem com tanta dor.

    Ó me’(10) Deus, ó me’ Senhor,

    sendo vós senhor quem sôr(?),

    nascestes numa cabana

    com abelhinha e mel

    pra fazer a papa a divino Manuel.

    Divino Manuel ‘tá no berço,

    Embanando(11) São José.

    Os anjinhos ‘tã(12) cantando:

    é glória, *é pate, é donemê*(?),

    Amém!(13)»

    Mariana Bicho, Beja, Outubro de 2010

     

    Glossário:

    (1) Na’ – não (houve supressão da acentuação e do o para reproduzir pronuncia popular, uso coloquial).

    (2) Pra – para (redução da preposição “para”, sua forma sincopada,usadano registo popular, informal).

    (3) De’ceu – desceu (houve supressão do s para manter a pronúncia).

    (4) Ave-mariascânticos que tem como tema a Virgem Maria.

    (5) ‘Tá – está (pronúncia popular do verbo “estar” conjugado, uso coloquial).

    (6) Sã’ –  São (abreviatura de santo. Houve supressão do o para reprodução de pronúncia popular).

    (7) Se’seu (houve supressão do u para reprodução de pronúncia, uso coloquial).

    (8) Tudó – todo o (acentuou-se o o para manter a pronúncia).

    (9) Buber – beber.

    (10) Me’ – meu (supressão da vogal u para reprodução da pronúncia, uso informal e coloquial).

    (11) Embanando – embalando (regionalismo).

    (12) ‘Tã’ – estão (pronúncia popular do verbo “estar” conjugado, uso coloquial).

    (13) Amém! – assim seja (interjeição, de origem hebraica, usada nas orações da Igreja Católica).

     

    Referências bibliográficas e recursos online utilizados no glossário:

    http://aulete.uol.com.br; http://michaelis.uol.com.br; http://www.ciberduvidas.com; http://www.infopedia.pt; http://www.priberam.pt; http://www.priberam.pt

     

     

     

     

     

     

     

     

Caracterização
  • Romance Religioso: Natividade e Infância de Jesus: Pobreza da Virgem no Portal de Belém

     

    Classificação: Isabel Cardigos (CEAO/Universidade do Algarve) em Setembro de 2011

    Fonte da Classificação: Maria Aliete Galhoz  em Idália Farinho Custódio, Maria Aliete Farinho Galhoz, Isabel Cardigos, Romances : Património Oral do Concelho de Loulé, vol.II, Loulé, 2006, CM Loulé, pp. 169-172.

Identificação
  • Oração de S.Gens
  • Mariana Bicho
  • 1938
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Junta de Freguesia da Salvada através da Biblioteca Municipal de Beja (contacto Cristina Taquelim).
Contexto temporal
  • Actualmente sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Beja.
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Contadores de histórias que participam em iniciativas do Município de Beja. São convidados na iniciativa Palavras Andarilhas. Vão a escolas, lares e bibliotecas.

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
Arquivo
  • 10/35:16 - 39:15
  • 1/Beja2011/Beja1

 

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA