Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Senhora do Carmo

nome:
Mariana dos Santos Pacheco (Mariana Bicho)
ano nascimento:
1938
freguesia: Salvada
concelho:
Beja                                           
distrito:
Beja
data de recolha: Outubro 2010
 
 

Dados de inventário
  • Senhora do Carmo
  • Beja

    “Senhora do Carmo”-Protecção da Senhora do Carmo, de Jesus, de Deus.

    Mariana Bicho; Salvada; Ano de nascimento: 1938; Concelho de Beja.

    Registo 2010.

Transcrição
  • [Senhora do Carmo]

     

    «Senhora do Carmo

    mandou-me um recado,

    que me não esquecesse

    bendito louvado.

     

    Bendito louvado,

    na’(1) me há-de esquecer,

    q’ a(2) senhora do Carmo

    nos há-de valer.

     

    Nos há-de valer

    com todo o valor,

    a Senhora do Carmo

    do Seu esplendor.

     

    Preguntei(3) aos anjos,

    que vêm de Belém,

    se a Senhora do Carmo,

    nos pagará bem.

     

    Os anjos disseram

    que bem nos pagar.

    Q’remos(4) ir com ela,

    não q’remos solda(5).

     

    Não q’remos solda,

    nem, ao menos, dinheiro.

    Só q’remos a bênção

    de Deus verdadeiro.

     

    Além vem Jesus.

    Pois que lhe queres tu?

    Quero ir com ele

    qu’ ele(6) leva a cruz.

     

    Se’s(7) braços aberto[s],

    se’s pés encravados

    derramando Seu sangue

    por os nossos pecados.

     

    E a terra tremia

    do peso da cruz,

    dizemos três vezes:

    salvai-nos, Jesus.

     

    Dizemos três vezes:

    salvai-nos, Jesus.

    Dizemos três vezes:

    salvai-nos,Jesus.

     

    Salvai-nos Jesus,

    Jesus nos salvar.

    No céu e na terra

    e aonde reinar.

    No céu e na terra

    e aonde reinar.»

    Mariana Bicho, Beja, Outubro de 2010

     

    Glossário:

    (1) Na' ? não (houve supressão da acentuação e do o para reproduzir a pronúncia).

    (2) Q’a – que a (houve supressão do ue (que) para reprodução de pronúncia).

    (3) Preguntei – perguntei (reprodução da pronúncia, forma popular).

    (4) Q’remos – queremos (houve supressão de ue para reprodução de pronúncia).

    (5) Solda – pagamento que era feito, anualmente, aos criados de lavoura (soldada); também o salário de outros criados e de marinheiros, etc.

    (6) Qu’ele – que ele (houve supressão de ue para reprodução de pronúncia).

    (7) Se’s – seus (houve supressão de ue para reprodução de pronúncia).

     

    Referências bibliográficas e recursos online utilizados no glossário:

    http://www.infopedia.pthttp://www.priberam.pt

     

     

     

     

     

Caracterização
  • Orações: Benditos: “Senhora do Carmo /mandou-me um recado”

     

    Classificação: Isabel Cardigos (CEAO/Universidade do Algarve) em Setembro de 2011

    Fonte da classificação: Idália Farinho Custódio, Maria Aliete Farinho Galhoz, Isabel Cardigos, Orações: Património Oral do Concelho de Loulé, vol. III, Loulé, 2008, CM Loulé, pp. 323-326.

Identificação
  • Senhora do Carmo
  • Mariana Bicho
  • 1938
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Junta de Freguesia de Salvada através da Biblioteca Municipal de Beja (contacto Cristina Taquelim).
Contexto temporal
  • Actualmente sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Beja.
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Contadores de histórias que participam em iniciativas do Município de Beja. São convidados na iniciativa Palavras Andarilhas. Vão a escolas, lares e bibliotecas.

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Filomena Sousa e glossário Maria de Lurdes Sousa
Arquivo
  • 11/02:11 - 06:40
  • 1/Beja2011/Beja2

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA