Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Atrás da minha porta

nome:
Adelaide Fernandes
ano nascimento:
1950
freguesia: Bucos
concelho:
Cabeceiras de Basto                                          
distrito:
Braga
data de recolha: Outubro 2012
 
 

Dados de inventário
  • Atrás da minha porta
  • Cabeceiras de Basto

    "Atrás da minha porta"- Adivinha.

    Adelaide Fernandes, Ano de nascimento 1950, Bucos, Cabeceiras de Basto, Registo 2012.

Transcrição
  • Atrás da minha porta

     

    Atrás da minha porta tenho

    A tirar e a meter

    A bater com a pantilheira[1]

    Para ganhar pão para comer.

     

    Chave:Tear

     

     


    [1] Pentelheira – conjunto de pêlos púbicos, mas aqui alusivo ao pente, peça do tear de pentes que serve para juntar o fio da trama ao fio a urdir.

     

     

     

     

Caracterização
    • Adivinha - IV. A casa. Objetos de uso doméstico. Ferramentas e aparelhos*

    *Com base na classificação de NOGUEIRA, Carlos (2004) “Para uma teoria da adivinha tradicional portuguesa”. Revista de Literaturas Populares IV-2, pp. 328-339.

     

Identificação
  • Ainda agora falei nela
  • Adelaide Fernandes
  • 1950
  • Doméstica
Contexto de produção
  • Bucos - Artesãs da Casa da lã
Contexto territorial
  • Bucos
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Adivinhas, anedotas e histórias partilhados em encontros, festas, excurções e actividades promovidas pelo Município e Junta de Freguesia

Equipa responsável
  • Filomena Sousa e Rosário Rosa
  • José Barbieri
  • Rosário Rosa
Arquivo
  • 210/06:09 - 06:20
  • 3/Cabeceiras de Basto2012/CBastos

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA