Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

No alto mar

>
nome:

Grupo CoralOs Ceifeiros de Cuba”

ano nascimento:

desde 1933

freguesia: Cuba
concelho:
Cuba
distrito:
Beja
data de recolha: Junho 2007
Cantores:

Inácio, Frangãos, Ermelindo, Sarol, Pires, Teixeira, Cipriano, Roque, Machado

 

Dados de inventário
  • No alto mar
  • Cuba

    “No alto mar”- excerto sobre os tempos de guerra em alto mar e o amor

    Grupo Coral "Os ceifeiros de Cuba"; Constituição 1933; Cuba; Concelho de Cuba.

    Registo 2007.

Transcrição
  • No alto mar

     

    "Já lá vem no alto mar

    puxando fogo às caldeiras,

    os homens que vão à guerra

    são heróis a vida inteira.

     

    São heróis a vida inteira,

    trazem cabos a mandar.

    Puxando fogo à caldeira

    já lá vem no alto mar.

     

    Aonde, meu bem aonde?

    (…) no mar

    Há onda no teu cabelo

    Há ondas do teu olhar.

    Já lá vem no alto mar,

    puxando fogo à caldeira.

    Os homens que vão à guerra

    são heróis a vida inteira.

     

    São heróis a vida inteira.

    Trazem cabos a mandar.

    Puxando fogo à caldeira,

    já lá vem no alto mar.»

     

    Grupo Coral “Os Ceifeiros de Cuba”, Junho de 2007, Cuba

     

     

     

     

     

Caracterização
    • Cante Alentejano. Título original: “Já lá vem no alto mar”.
    • Cancioneiro Tradicional Alentejano: Moda mais aligeirada (diferente andamento de uma moda majestosa).

     

    • Classificação por José Roque (Grupo CoralOs Ceifeiros de Cuba” e colaborador da MODA - Associação do Cante Alentejano), em 26 de Outubro de 2010.
    • Bibliografia complementar: MODA, (2004), Cancioneiro Alentejano – Introdução. Consultado em 6 de Outubro de 2010, 15:48, disponível na URL: http://cantoalentejano.com/cancioneiro/
Identificação
  • No alto mar
  • Inácio, Frangãos, Ermelindo, Sarol, Pires, Teixeira, Cipriano, Roque e Machado
Contexto de produção
  • Grupo Coral "Os Ceifeiros de Cuba"
  • 1933
Contexto territorial
  • Taberna do Arrufa, Cuba, distrito de Beja
Contexto temporal
  • Ensaios semanais, apresentações públicas, festivais, encontros de grupos corais, encontros informais
Manifestações associadas
  • poesia popular
  • traje de ceifeiro
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • O Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba foi fundado em 1933, por António Fialho. A primeira apresentação pública do grupo aconteceu nesse ano na primeira edição da Feira de Cuba. A escolha do nome advém da influência do texto “Ceifeiros” do escritor Fialho de Almeida. É com o traje de ceifeiro que o grupo actua nas apresentações públicas.

    O grupo é ensaiado pelo Mestre Ermelindo Galinha

    O coro é composto por 21 a 24 elementos, dependendo da disponibilidade. No total são 31 elementos.

    Têm 5 pontos: Ermelindo Galinha; Jacinto Vargas, António Beiçudo e António Caixeiro e Luís Caixeiro.

    Têm 2 altos: António Pires, Modesto Raposo

    Dados actualizados em Dezembro de 2011.

    (Continua, ver item de documentação a baixo).

Equipa responsável
  • José Barbieri
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
Arquivo
  • 18/03:12-06:00 e 19/03:11-05:57
  • 1/Cuba2011/Cuba3 e Cuba4