Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Latinórios

nome:
Tia Desterra
ano nascimento:
 
freguesia: Póvoa de Varzim
concelho:
Póvoa de Varzim
distrito:
Porto
data de recolha: 2007
 
 

Dados de inventário
  • Latinórios
  • Póvoa de Varzim

    "Latinórios" -Como se cantavam os latinórios, orações inventadas a partir dos versos originais em latim.

    Ti Desterra, Póvoa de Varzim, Registo 2007

Transcrição
  • Latinórios

     

    Decoravam tudo. Era como os latinórios; os santos ergos. Elas… Aquilo era em latim também, não é? Elas não compreendiam patavina! Mas cantavam! E então, para cantar, inventavam. Está a compreender? Há sempre uma filha dos pobres que vai para freira. E a mãe diz:

    - Estás tola? Vais para freira fazer o quê? O que elas querem é que vás para lá lavar os tachos e as panelas!

    - Ai, mas eu quero ir. O Senhor falou à minha alma…

    Essa já andava no colégio – no colégio das pobrezinhas. Sempre tivemos aí. Também andei, no Coração de Jesus. Havia para os ricos e havia para os pobres.

    - Mas não vais.

    Dizia a outra do lado:

    - Ó, deixe ir. Deixe-a ir!

    - Ó cachopa, tu para ires tens de saber os latinórios. Os latinórios, que é os santos ergos.

    - Ah, eu sei, porque a Irmãzinha ensinou-me.

    - Então diz.

    A cachopa, que já sabia, dizia:

    - Santo ergo sacramento / Veneremos sardui…

    - Vai-te embora, que não é assim! Eu é que te vou aprender!

    Então disse-lhe ao contrário:

    - Ah, não é nada assim! Santos e argos sacramentos / Veneremos-te Adoído / Que é da tia dum convento / Dança as […] …ó / À serpente dá-se coca / São os mais bonitos tocos / Onde os santos põe os copos.[1]

    Diz logo a outra:

    - Para que são os copos?

    - Ai, é tola! É para os anjos comerem os doces brancos e beber o vinho!

    Trocava tudo! Portanto, não sabia, porque aquilo era em latim… Elas trocavam tudo, tudo! Tudo, dizia tudo ao contrário! Tudo, tudo ao contrário.

     

     


    [1] Os santos ergos sugeridos pela informante referem-se aos versos cantados no Santissimo Sacramento, na Igreja Católica, conhecidos por Tantum Ergo. Os versos, de S. Tomás de Aquino, são os seguintes: Tantum ergo Sacramentum / Veneremur cernui: / Et antiquum documentu / Novo cedat ritui: / Praestet fides supplementum / Sensuum defectui. // Genitori, Genitoque / Laus et jubilatio, / Salus, honor, / virtus quoque / Sit et benedictio: / Procedenti ab utroque / Compar sit laudatio. / Amen.

     

     

Caracterização
Identificação
  • Latinórios
  • Ti Desterra
  • Actividade piscatória - comércio
Contexto de produção
  • Comunidade piscatória
Contexto territorial
  • Póvoa de Varzim, Museu Municipal de Etnografia e História da Póvoa de Varzim.
Contexto temporal
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Actividades promovidas pelo Município da Póvoa de Varzim, Biblioteca Municipal e Museu Municipal de Etnografia e História da Póvoa de Varzim.

    Comunidade piscatória  da Póvoa de Varzim

Equipa responsável
  • José Barbieri
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
Arquivo
  • só online
  • só online

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA