Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Dados de inventário
  • História de vida
  • Poetas Populares de Grândola - Vídeo Poesia Popular.

    “História de vida”- Sobre o conhecimento empírico adquirido pelo analfabeto ao longo da vida e o seu papel na arte de fazer poesia.

    Luís Ricardo; Ano de nascimento: 1923; Concelho de Grândola.

    Registo 2007.

Transcrição
  • História de vida

     

    Há a ciência sem aprender

    e há a ciência aprendida.

    E há quem deixe tudo escrito,

    a história da sua vida.

     

    Desde a data em que nasceu

    vai tentando a sua sorte.

    E até chegar ao dia da morte,

    muita coisa já sofreu.

    Quem diz isto sou eu.

    É verdade, possam crer.

    Por não saber ler e escrever

    não deixa de não ser poeta,

    porque na pessoa analfabeta

    há ciência sem aprender.

     

    Quem andou a estudar,

    muitos anos no estudo,

    começou logo em miúdo

    a aprender a falar.

    E pra(1) saber procurar

    a palavra bem definida

    se for igual e parecida

    no mesmo espaço cabe,

    mas isso faz quem sabe

    a ciência aprendida.

     

    Logo por aqui já podem ver

    e reparem e vejam bem.

    O que é que eu nisto quero dizer?

    E como é que pode ser eu chegar mais além?

    Só digo o que à memória me vem.

    ‘Teja bem ou mal dito

    eu digo e repito

    as vezes que eu entender:

    em todo o seu saber

    há quem deixe tudo escrito.

     

    Eu tenho muita obra escrita

    por uma senhora e um senhor

    que viram que eu que era autor

    e tinha uma obra bonita.

    Esse sabe e tem a dita

    que a minha obra não é aprendida.

    E a pessoa que não é instruída

    muito longe não alcança,

    mas morre e deixa por lembrança

    a história da sua vida.

     

    Luís Ricardo, Grândola, Fevereiro de 2007

    Glossário

    (1) Pra – abreviatura oral de “para a”.

     

     

     

     

     

     

Caracterização
  • Décimas.

    Classificação: Proposta por Paulo Correia (CEAO/ Universidade do Algarve) em Julho de 2007.

Identificação
  • História de vida
  • Luís Ricardo
  • 1923
Contexto de produção
  • Comunidade - Poetas Populares de Grândola
Contexto territorial
  • Biblioteca Municipal de Grândola (contacto Cristina Bizarro).
Contexto temporal
  • Actualmente sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Grândola.
Manifestações associadas
  • A poesia alentejana de Grândola era dita em festas, feiras, locais de entretenimento e principalmente em tabernas.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Poetas populares em iniciativas esporádicas do Município de Grândola. Em Grândola, vários poetas populares participam na iniciativa Rota das Tabernas (16ª edição em 2010) realizada em Junho.

    Existem vários Encontros de Poetas Populares, nomeadamente em concelhos do Alentejo e do Algarve.

Equipa responsável
  • José Barbieri
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa

 

Visite a nova exposição virtual!

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA