Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

A imagem de Nossa Senhora

nome:
Georgino Moreira Rodrigues
   
freguesia:
A-dos-Cunhados
concelho:
Torres Vedras
distrito: Lisboa
data de recolha: 02/2010
   
 
 

Dados de inventário
  • A imagem de Nossa Senhora
  • Torres Vedras

    "A imagem de Nossa Senhora" - Lenda da imagem de Nossa Senhora da Luz e da rivalidade entre A-dos-Cunhados e Sobreiro Curvo.

    Georgino Rodrigues, Ano de nascimento 1948,A-dos-Cunhados, Torres Vedras, Registo 2010.

Transcrição
  • A imagem de Nossa Senhora

     

    A lenda de Nossa Senhora da Luz. Nossa Senhora da Luz de A-dos-Cunhados e a do Sobreiro Curvo, que fica tão próximo, só dividido com um rio – o rio de Alcabichel, que passa entre as duas terras. E houve sempre uma grande rivalidade entre as pessoas duma terra e doutra. Hoje já não há isso assim, mas houve isso muito acentuado (e aqui também com a Maceira), que as pessoas, os rapazes, para ir aos bailes, não podiam namorar com as raparigas daquela aldeia. Os outros não deixavam. E iam assim a festas mas armados de varapaus. E de vez em quando desencadeava-se cada porrada!... E eles já levavam os paus para bater e para se defender também, não é? Aqui na Maceira também havia isso, que as pessoas não podiam namorar raparigas daqui que eram corridos à pedra.

    Portanto, no Sobreiro Curvo aconteceu isto com a Nossa Senhora da Luz. A Nossa Senhora da Luz e o São Sebastião existiam lá numa capela. Fizeram uma capelinha, uma capela, onde tinha as duas imagens. Mas el-Rei D. Manuel, foi na altura dos Descobrimentos, que pediram – ou ele quis, que era o rei que determinava isso – a divisão de fazer freguesias. Realmente aqui tinha de ser Nossa Senhora. Eu não sei porquê, mas tinha de ser Nossa Senhora da Luz. Talvez por ser mais antiga, que haviam de fazer uma freguesia dedicada a Nossa Senhora da Luz. E o que acontece é que Nossa Senhora da Luz era para ser em A-dos-Cunhados. Mas o povo de Sobreiro Curvo não gostava disso, queria que fosse no Sobreiro Curvo, Nossa Senhora da Luz para ir para o Sobreiro Curvo. E então eles iam buscar Nossa Senhora para o Sobreiro Curvo. Os de A-dos-Cunhados não queriam: organizavam-se, lá iam buscar a imagem. Isto sucessivamente. E depois passaram até – eles continuavam sempre a ir buscar a imagem – e eles até esconderam a Nossa Senhora da Luz em alguns locais lá na A-dos-Cunhados. Mas eles continuavam a dar com essa imagem. E então eles, por último, esconderam Nossa Senhora da Luz no sítio aonde hoje está a cruz, no Largo de A-dos-Cunhados. Quando ela foi constituída, a freguesia, foram lá buscar a imagem que estava ali escondida, enterrada debaixo da terra.

     

    Georgino Rodrigues,2010, Maceira,Torres Vedras

     

     

     

Caracterização
Identificação
  • A imagem de Nossa Senhora
  • Georgino Rodrigues
  • 1948
  • Reformado - operário na indústria cerâmica
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Maceira
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Encontros em festas e actividades promovidas pelo Município e Junta de Freguesia

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
  • Documentário - Realização Filomena Sousa

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA