Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O Lavrador de Arado

nome:
Maria Clara
ano nascimento:
1928
freguesia: Idanha-a-Nova
concelho:
Idanha-a-Nova                                             
distrito:
Castelo Branco
data de recolha: Setembro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • O lavrador de arado
  • Idanha-a-Nova

    "O lavrador de arado" - A generosidade de um lavrador abastado para com um pedinte vale-lhe uma recompensa celestial e a desconfiança da sua esposa um castigo.

    Maria Clara, Ano de nascimento 1928.

    Idanha-a-Nova

    Registo 2010.

Transcrição
  • O  Lavrador de Arado

     

    Indo o Lavrador do Arado, ó meu bom Jesus,

    encontra um pobrezinho.

    O pobrezinho lhe disse, ó meu bom Jesus:

    - Leva-me no teu carrinho.

    Desamontou-se(1) o lavrador, ó meu bom Jesus,

    a montar o pobrezinho.

    Levou-o prà(2) sua casa, ó meu bom Jesus,

    prà melhor sala que tinha.

    Mandou-lhe fazer a ceia(3), ó meu bom Jesus,

    do melhor manjar que havia.

    De galinhas e capões(4). ó meu bom Jesus,

    óh que ceia não seria!

    Sentaram-se os dois à mesa, ó meu bom Jesus,

    nem um nem outro comia!

    Mandou-lhe fazer a cama, ó meu bom Jesus,

    das melhores roupas que tinha.

    Por cima damasco(5) roxo, ó meu bom Jesus,

    por baixo cambraia(6) fina.

    Lá pela noite adiante, ó meu bom Jesus,

    o pobre muito gemia.

    Levantou-se o lavrador, ó meu bom Jesus,

    a ver o que o pobre tinha.

    Achou-o crucificado, ó meu bom Jesus,

    numa cruz de prata fina.

    - Quem soubera, ó Meu Deus - ó meu bom Jesus,

    que na minha casa vos tinha!

    Trinta almas que eu tivesse, ó meu bom Jesus,

    todas trinta vos daria!

    Como tenho senão uma, meu bom Jesus,

    vá na vossa companhia!

    - Alegra-te, ó lavrador! ó meu bom Jesus,

    que já tens o céu ganhado(7).

    Já lá tens uma cadeirinha, meu bom Jesus,

    para lá estares assentado(8).

    - Porque quando o lavrador disse:

    - Eu vos peço ó Meu Deus, ó meu bom Jesus,

    também pela mulher minha.

    - Pela tua mulher, não! ó meu bom Jesus,

    Que esta noite não dormia!

    Julgava que tinha em casa, ó meu bom Jesus,

    o maior ladrão que havia!

     

    Maria Clara, Idanha-a-Nova, Setembro de 2010

    Maria Clara, Idanha-a-Nova, Setembro de 2010

     

Caracterização
Identificação
  • O lavrador de arado
  • Maria Clara
  • 1928
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Idanha-a-Nova, Biblioteca Municipal de Idanha-a-Nova
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Idanha-a-Nova
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Idanha-a-Nova em festas e romarias locais e em iniciativas do Município, Centro Cultural e Biblioteca de Idanha-a-Nova. Principais actividades desenvolvidas e que promovem estas manifestações culturais:

    Festas e Romarias

    Romaria da Nossa Senhora do Almortão

    Romaria de Nossa Senhora da Graça

    Festa do Divino Espírito Santo

    Os Mistérios da Páscoa

    Festa das Cruzes Monsanto

    Festa do Espírito Santo Ladoeiro

    Festa de Nossa Senhora da Conceição Penha Garcia

    Projectos

    Projecto Oralidades

    Festivais

    Festival de acordeonistas e tocadores de concertinas

     

    (Ver links em documentação)

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Filomena Sousa e glossário Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA