Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Caminhando a Virgem Pura

nome:
Maria José
ano nascimento:
1927
freguesia: Idanha-a-Nova
concelho:
Idanha-a-Nova                                             
distrito:
Castelo Branco
data de recolha: Setembro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • Caminhando a Virgem
  • Idanha-a-Nova

    "Caminhando a Virgem" - Romance religioso. Enquanto a Virgem Maria e a sua família deslocam-se do Egipto para Belém, Jesus faz um milagre dando a vista a um cego bondoso.

    Maria José, Ano de nascimento 1927.

    Idanha-a-Nova

    Registo 2010.

Transcrição
  • Caminhando a Virgem pura

     

    «Caminhando a Virgem pura, do Egipto pra Belém

    co seu Menino(1) ao colo. O que lhe dizia de bem:

    - Na’(2)temos comer, me’(3) filho! Na’ temos comer, me’ bem!

    Lá em cima está um horto(4), que lindas maçãs mantém!

    O hortelão que as guarda é cego, não vê.

    - Pelo amor de Deus, lhe peço que me dê uma maçãzinha

    Pró(5) meu menino comer. - A senhora vá ao horto,

    colha asquelas(6) que quiser. que o ramo mais alto aos seus pés (…)

    A Senhora, tão humilde, colheu senão três:

    uma pró seu Menino e outra pra São José(7);

    outra ficou-lhe na mão pra quando o seu Menino a quiser.

    O Menino começou a comer: o cego começou a ver!

    - Voltai atrás, senhora! Que grande é o vosso poder,

    Cós(8) aleijados dais mãos e aos cegos vista pra ver!

    A arquinha do sacramento *ao corpo tão bem empregado*(?)

    *Onde está o nome de*(?) Jesus Cristo consagrado.»

     

    Maria José, Idanha-a-Nova, Setembro de 2010

    Glossário:

    (1) Menino – Jesus Cristo (filho divinizado de Deus, crucificado para salvar a humanidade – religiões cristãs).

    (2) Na’ – não (pronuncia popular, uso coloquial).

    (3) Me’ “meu” (pronuncia popular, uso coloquial).

    (4) Horto – pequena horta; jardim.

    (5) Prò – “para o” (contração da preposição pra com o artigo ou pronome o; uso popular e coloquial).

    (6) Asquelas – aquelas.

    (7) São  Joséesposo de Maria, o pai adoptivo de Jesus e que é considerado santo no catolicismo.

    (8) Còs– no caso, “que aos”.

    Na construção deste glossário consultaram-se: http://aulete.uol.com.br; http://www.infopedia.pt; http://www.priberam.pt; http://www.ciberduvidas.com/

     

Caracterização
Identificação
  • Caminhando a Virgem
  • Maria José
  • 1927
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Idanha-a-Nova, Biblioteca Municipal de Idanha-a-Nova
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Idanha-a-Nova
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Idanha-a-Nova em festas e romarias locais e em iniciativas do Município, Centro Cultural e Biblioteca de Idanha-a-Nova. Principais actividades desenvolvidas e que promovem estas manifestações culturais:

    Festas e Romarias

    Romaria da Nossa Senhora do Almortão

    Romaria de Nossa Senhora da Graça

    Festa do Divino Espírito Santo

    Os Mistérios da Páscoa

    Festa das Cruzes Monsanto

    Festa do Espírito Santo Ladoeiro

    Festa de Nossa Senhora da Conceição Penha Garcia

    Projectos

    Projecto Oralidades

    Festivais

    Festival de acordeonistas e tocadores de concertinas

     

    (Ver links em documentação)

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Filomena Sousa e glossário Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA