Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O cantar dos animais

nome:
Delfina Cunha
ano nascimento:
1938
freguesia: Santo Quintino (Localidade - Fetais)
concelho:
Sobral de Monte Agraço
distrito:
Lisboa
data de recolha: 2013
 
 

Dados de inventário
  • O cantar dos animais
  • Sobral de Monte Agraço

    "O cantar dos animais"- O que dizem os animais ao cantar, denunciando a riqueza ou a pobreza em que vivem.

    Delfina Cunha, Ano de nascimento 1938, Fetais, Sobral de Monte Agraço.

Transcrição
  • O cantar dos animais

     

    Esta foi a minha avó, a minha grande amiga avó, que me contou. Primeiro era o galo do Augusto Silvestre, que era rico, e era o galo do Manuel Silvestre, que também era rico, que eles eram irmãos. E era o coquicho do João Fidalgo, que ele era fidalgo era de alcunha, porque ele era pobrezinho como Job, coitadinho. E era o cão do Zé da Leonor. E era a vaca do Justino Eslau, mas toda a gente lhe chamava era o Justelau. O primeiro galo cantava assim:

    - Há por cá muita fartura!

    E o outro galo, do irmão do rico, dizia assim:

    - Tanto por lá, como por cá!

    E depois o coquicho do fidalgo era pobre, coitadinho… Um coquicho, sabes o que é um coquicho? Não tem muita força para cantar! Dizia assim:

    - Triste de mim! -era o coquicho a cantar.

    O cão do Zé da Leonor… (Eu não havia de rir-me!...) O cão do Zé da Leonor, que era pobre e tinha fome, dizia assim:

    - Fome, fome, fome, fome, fome, fome!

    E a vaca do Justelau, que estava lá na abougaria, ouvia os outros a barafustar. Tinha uma choca ao pescoço; abanava a choca e dizia assim:

    - Quem tem, tem; quem não tem, não tem… Quem tem, tem; quem não tem, não tem…

     

     

     

     

     

     

Caracterização
Identificação
  • O cantar dos animais
  • Delfina Cunha
  • 1938
  • Trabalhadora agrícola
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Fetais, casa da Delfina Cunha
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Em eventos culturais, excursões e actividades organizadas pela junta de freguesia ou município de Sobral de Monte Agraço

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
Arquivo
  • 60/37:04 - 38:42
  • 1/Sobral de Monte Agraço 2012/Sobral de Monte Agraço

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA