Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O rei e o lavrador

nome:
Delfina Cunha
ano nascimento:
1938
freguesia: Santo Quintino (Localidade - Fetais)
concelho:
Sobral de Monte Agraço
distrito:
Lisboa
data de recolha: 2013
 
 

Dados de inventário
  • O rei e o lavrador
  • Sobral de Monte Agraço

    "O rei e o lavrador"- O valor da Natureza sobre o ouro.

    Delfina Cunha, Ano de nascimento 1938, Fetais, Sobral de Monte Agraço.

Transcrição
  • O rei e o lavrador

     

    Era um rei… É claro, os reis são muito ricos. E ofereceu a um lavrador um boi, uma canga e um canguil em ouro. E depois perguntou ao lavrador que importância é que ele dava àquele presente. E o lavrador disse:

    - Saiba Vossa Majestade que uma boa chuvada em Abril vale mais que um boi em ouro, uma canga e o canguil.

    Porque o lavrador não comia o boi, nem comia a canga, nem comia o canguil. E a chuvada que Deus lhe mandava em Abril fazia-o ter searas para ele comer e dar de comer à família.

     

     

     

     

     

     

Caracterização
Identificação
  • O rei e o lavrador
  • Delfina Cunha
  • 1938
  • Trabalhadora agrícola
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Fetais, casa da Delfina Cunha
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Em eventos culturais, excursões e actividades organizadas pela junta de freguesia ou município de Sobral de Monte Agraço

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
Arquivo
  • 60/41:48 - 42:54
  • 1/Sobral de Monte Agraço 2012/Sobral de Monte Agraço

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA