Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O Sol e a Lua

grupo: Bonecos Bailarinos de São Bento do Cortiço
tipo de manifestação:
Marionetas, Teatro Popular
freguesia:
São Bento do Cortiço
concelho:
Estremoz
distrito: Évora
local de recolha: Alcácer do Sal
data de recolha: 16 Maio 2008
descrição: Os Bonecos Bailarinos de Sâo Bento do Cortiço, Estremoz, são a sobrevivência de uma arte que existe em Portugal desde, pelo menos, o fim do sec. XVI. Continuam a divertir quem os vê e quem os trabalha.
 
 
 
Dados de inventário
  • O Sol e a Lua
  • São Bento do Cortiço

    "O Sol e a Lua" - Diálogo entre o Sol e a Lua numa cena do espectáculo de marionetas.

    Bonecos Bailarinos de São Bento do Cortiço, exibição em Alcácer do Sal. Registo 2008.

    Direcção Ermelinda Dias

Transcrição
  • O Sol e a Lua

     

    Já lá vem nascer o Sol

    Que a todo o mundo dá luz

    Reverdecem as flores

    Para sempre Ámen Jesus

     

    - Ó, que dias tão pequeninos!

     

    Já lá vem nascendo a Lua

    Que Deus fez omnipotente

    Mostra uma luz fecunda

    Caminha para o Ocidente

     

    - Ó, que belas noites!

     

    Sol:

    Sou dos astros dominante

    Porque em tudo dominarei

    E nunca me esquecerei

    Pela minha natureza

    Sempre móvel me virei

    Com toda a minha beleza

     

    Lua:

    Eu sou aquela luzerna

    Que a todo o mundo dou claridade

    E fez-me Deus essa vontade

    Que só em mim Cristo governa

    Fez-me Deus o Céu e a Terra

    Para crescer e minguar

    Para de noite iluminar

    Nas campinas os pastores

    E passando muitos rigores

    Sempre pouca luz irei dando

    Mas sempre me estou lembrando

    Dos teus lindos resplendores

     

    Sol:

    Com meus autos e rigores

    Eu te digo para que creias

    E tu, Lua, só alumeias

    E de noite aos malfeitores

    O meu esplendor

    E aqui ficas autorizada

    Serás de estrelas coroada

    Podes seguir teu giro

    E eu daqui não me retiro

    Sem te ver martirizada

     

    Lua:

    Assim como Deus me permeia

    Eu me vejo comprometida

    Em quatro quartos dividida

    Lua Nova, Lua Cheia

    Todo o astro me rodeia

    Assim rezam as profecias

    Assim afirma o Zacarias

    Que já há muito é morto

    Nós temos aberto o porto

    Desta vida de Messias

     

    Sol:

    Que alegria é essa

    Que alguém nos vem trazer?

     

    Lua:

    Deus nos dê graças

    E o Senhor

    E o ventre puro de Maria

     

    Sol e Lua:

    Ó que gosto!

    Ó que empenho!

    Ó que oferta adoração!

    Louvamos a Jesus Cristo,

    Deus de toda a redenção!

     

    Bonecos Bailarinos de S. Bento do Cortiço, 2008, exibição em Alcácer do Sal.

     

     

Caracterização
    • Teatro Popular - Marionetas
Identificação
  • O Sol e a Lua
  • Bonecos Bailarinos de São Bento do Cortiço
Contexto de produção
  • Bonecreiros de São Bento do Cortiço
Contexto territorial
  • Alcácer do Sal
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Actuações em festas e actividades promovidas pelo Município.

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
Arquivo
  • 93/00:17 - 06:56
  • 1/Estremoz2012/Estremoz

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA