Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

A Organização do GFCB

    • Manuel da Conceição Braga

    • Nascimento: 1946.

    • Residência: Portalegre

    • Actividade profissional: Administrativo

    • Função no GFCB: Direcção, Comissão Técnica e cantador

    • Entrevista: 2010/2/8_ Portalegre_Sede do GFCB

"Em termos de Direcção é uma hierarquia. Portanto, há o Presidente (que é o órgão responsável por todo o grupo, por todas as actividades do grupo, não é?), depois há o Vice-Presidente, os Secretários, os Tesoureiros, Vogais, por aí afora… Em termos de Direcção que gere o todo.

Depois existe uma Comissão Técnica (chama-lhe uma comissão técnica, é uma comissão mais virada para dentro, para o grupo) da qual eu sou coordenador. E depois tenho uma equipa de apoio, de moços e moças mais jovens, balhadores do grupo, que vão dando apoio. Umas vão às escolas, não é? Ida às escolas. Outras estão mais viradas para fazer algum tipo de contacto de recolha, não é? Outras estão mais viradas aqui para os ensaios. E esse trabalho é feito depois em cooperação. Portanto reunimos de vez em quando (agora há muito tempo que não reunimos, isso é uma falha nossa, porque o ano passado também foi muito cansativo para mim e até para elas e para eles, mas principalmente para mim, só conseguimos reunir uma vez ou duas), mas temos reuniões normais. De vez em quando reunimos. Esta Comissão Técnica reúne – não é o presidente, não é o tesoureiro – é esta comissão técnica. E depois prestamos contas na Direcção, não é? Prestamos contas do nosso trabalho na Direcção. E das nossas propostas, aliás, os espectáculos que fizemos (aqueles que eu lhe contei), quando fizemos os quarenta anos, foram discutidos nesta Comissão e foram levados à Direcção (de apoio à iniciativa). Portanto, nisso funcionamos assim.

Nós funcionamos às sextas-feiras nos ensaios, às nove horas, por volta das nove horas. A sala é muito pequena, cria-nos muitas complicações para podermos dançar aqui, não é? E, neste momento, grande parte do nosso grupo é jovem, jovens estudantes. Às nove horas há um ensaio com os miúdos, com os meninos mais pequenos e, por norma, vêm também os pais (também nos cria outro tipo de problemas depois também – às vezes – nem sempre, mas às vezes). E, portanto, esse ensaio é feito pela Ana Batista. Há dois anos que é ela que acompanha, de facto, mais de perto o grupo. Ou ela ou a Carla ou a Ana Mourato. São as pessoas que acompanham.

Depois temos o grupo adulto que os ensaios, por norma, são feitos ou por a Ana Miranda (que está a estudar em Castelo Branco, mas como vem todas as semanas) ou por o Marco ou por a Ana Matilde (que agora já não é a Ana Matilde que se foi embora para os Açores)."

 

 


 

Visite a nova exposição virtual!

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA

 

 

Entidades financiadoras do projecto Identidades Portalegre