Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O Inicio do Rancho

    • João Francisco Rosado Nunes Vidal

    • Nascimento: 1940

    • Residência: Santo António das Areias.

    • Actividade profissional: Reformado (Bancário).

    • Função no GFCB: Fundador

    • Entrevista: 2010/2/10_ Santo António das Areias

"Eu trabalhava em Portalegre no Banco Pinto & Sotto Mayor, que naquela altura era (…) agora é já noutro sítio. E aí é que eu conheci o Sr. Gonçalves, que já faleceu [refere-se ao pai de António Lagarto Gonçalves], o Sr. Álvaro Parreira e eles é que me entusiasmaram para ir para o grupo da Boavista. E primeiro aquilo foi só uma marchinha. Uma marcha pelo São João correu as ruas da cidade e daí da marcha é que nasceu o rancho.

A primeira actuação que fez o rancho foi no salão nobre do Seminário, no palco aí. E eram os ranchos todos iguais, eram emprestados por uns ranchos, que tinham vindo da Urra. E depois é que se fizeram as recolhas do rancho da Boavista, dos trajes (em São Julião, em todas as freguesias rurais do concelho de Portalegre).

[Alfaiate] Era o Álvaro Parreira. E era um senhor que (…) que era o Sr. Vintém. Que esse é que fez os fatos. É esse o Álvaro Parreira. Era contínuo da Escola do Ministério Primário. E o Sr. Gonçalves era sapateiro, fez os primeiros sapatos do rancho da Boavista no Asilo de Santo António. E havia também lá um alfaiate que era o Sr. Lourinho que fez os primeiros fatos que era uma pessoa idosa. Já não deve ser vivo também."

 

 

 

 

 

 


 

Visite a nova exposição virtual!

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA

 

 

Entidades financiadoras do projecto Identidades Portalegre