Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Tareio de Manhouce

nome:
Mestre Silva
ano nascimento:
1922
freguesia: Manhouce
concelho:
S. Pedro do sul                                         
distrito:
Viseu
data de recolha: 2007
 
 

Dados de inventário
  • Tareio de Manhouce
  • S. Pedro do Sul

    "Tareio de Manhouce" - Algumas quadras sobre Manhouce e a sua gente

    Mestre Silva, Ano de Nascimento 1922. Manhouce. S. Pedro do Sul. Registo 2007.

Transcrição
  • Tareio[1] de Manhouce

     

    Manhouce, povo antigo [Bis]

    Fica entre Porto e Viseu [Bis]

     

    Larai lai larai

    Larai lai larai

    Lai lai lairalai

    Lairalai lai lai lai

    [Bis]

     

    Fica entre Porto e Viseu

    Tem duas pontes romanas

    Que lhe servem de museu

    Que lhe servem de museu

     

    Larai lai larai

    Larai lai larai

    Larai lai lairai

    Lairalai lai lai lai

    [Bis]

    E ó vira, ó lindo vira [Bis]

    Lindo vira da nossa terra [Bis]

     

    Larai lai larai

    Larai lai larai

    Larai lai lairai

    Lairalai lai lai lai

    [Bis]

     

    Quem me dera ser mais novo [Bis]

    Para mandar ler a sina [Bis]

     

    Larai lai larai

    Larai lai larai

    Larai lai lairai

    Lairalai lai lai lai

    [Bis]

     

    Para mandar ler a sina

    E vir a Cova do Monte

    Namorar uma menina

    Namorar uma menina

    Larai lai larai

    Larai lai larai

    Larai lai lairai

    Lairalai lai lai lai [Bis]

    Olha o Papagaio

     

    Olha o papagaio

    Da pena amarela

     

    Eu caio, eu caio

    Daquela janela [Bis]

     

    Daquela janela

    Daquela janelinha

     

    Olha o papagaio

    Da pena amarelinha [Bis]

     

    Quando eu não tinha

    Eu desejava ter

    Um amor bonito

    Sem ninguém saber [Bis]

     

    Sem ninguém saber

    Sem ninguém dar por ela

    Olha o papagaio

    Da pena amarela [Bis]

     

    Da pena amarela

    Da pena amarelinha

    Olha o papagaio

    Da pena riscadinha [Bis]

     

     

     


    [1] Vira tradicional de Manhouce, cantado pelo Grupo de Cantares de Manhouce de que Mestre Silva é ensaiador.

     

    Mestre Silva, 2007, S. Pedro do Sul

     

     

Caracterização
Identificação
  • Tareio de Manhouce
  • Mestre Silva
  • 1922
  • Trabalhador agrícola
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Covas do Monte
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Histórias e cantigas partilhadas nos tempos de lazer e em festas e romarias. Actividades promovidas pelo Município.

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA