Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Gaiteiros do Círio dos Olhos d'Água

Museu de Palmela - Gaiteiros do Círio dos Olhos d'Água

Os círios são comuns em toda a Estremadura e em Palmela existem duas grandes Romarias: Nossa Senhora do Cabo Espichel, em Sesimbra (15 de agosto) e Nossa Senhora da Atalaia, no Montijo (último fim de semana de agosto). O Círio dos Olhos d'Água à Nossa Senhora da Atalaia, cuja origem remonta a 1854, inclui um grupo de gaiteiros formado por gaita de foles, caixa, clarinete e bombo. Este Círio, juntamente com o da Carregueira, também da freguesia de Pinhal Novo, no concelho de Palmela, são os dois círios, dos seis existentes na Atalaia, que mantêm os seus grupos de gaiteiros.


O Círio dos Olhos d´Água cumpre anualmente um conjunto de etapas, cronologicamente definido, que compõe o calendário da Festa da Nossa Senhora da Atalaia. A música, como se poderá verificar, é elemento fundamental em todas as fases desta prática. A transmissão de conhecimentos relativos ao repertório (música popular e tradicional) é observável neste filme. Esta transmissão é essencial para a continuidade do grupo de Gaiteiros.



 

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA