Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

As bruxas quando morrem

nome:
Alice Correia Amorim
   
freguesia:
Matacães
concelho:
Torres Vedras
distrito: Lisboa
data de recolha: 02/2010
   
 
 
 

Dados de inventário
  • As bruxas quando morrem
  • Torres Vedras

    "As bruxas quando morrem"- Crença popular acerca da morte das bruxas.

    Alice Amorim, Ano de nascimento. 1940, Matacães, Torres Vedras, Registo 2010.

Transcrição
  • Bruxas quando morrem

     

    As bruxas, quando estão a morrer, para deixar os novelos, diz que não querem morrer sem deixar – diz que chama-se um novelo, não sei – aquele dom que elas têm. Pois diz que quando estão a morrer querem deixar o novelo a outra pessoa. E então diz que, ao morrer, diz que é assim:

    - Toma… Toma!...

    Mas ninguém quer aquele ofício. Diz que vão buscar uma telha com brasas e ela começa:

    - Toma… Toma!...

    E aquela pessoa apara aquilo com brasas e aquilo diz que dá um estalo nas brasas.

     

    Alice Correia Amorim,2010, Matacães,Torres Vedras

     

     

     

Caracterização
Identificação
  • As bruxas quando morrem
  • Alice Amorim
  • 1940
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Matacães
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Encontros em festas e actividades promovidas pelo Município e Junta de Freguesia

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
Arquivo
  • 101/42:38 - 43:25
  • 2/Torres Vedras2012/Torres Vedras

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA