Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O Lobisomem

nome:
Georgino Moreira Rodrigues
   
freguesia:
A-dos-Cunhados
concelho:
Torres Vedras
distrito: Lisboa
data de recolha: 02/2010
   
 
 
 

Dados de inventário
  • O lobisomem
  • Torres Vedras

    "O lobisomem" - Sobre como tirar o encanto aos lobisomens.

    Georgino Rodrigues, Ano de nascimento 1948,A-dos-Cunhados, Torres Vedras, Registo 2010.

Transcrição
  • O lobisomem

     

    Há também a lenda dos lobisomens que se espojavam. Esfregavam o dorso, as costas, aonde os animais (os burros, os cavalos) também se esfregavam para coçar o lombo, não é? No chão. E eles faziam aquilo também e deixavam a roupa tirada do avesso. E depois fugiam. Esses mouros fugiam, iam dar uma volta. Diz a lenda que tinham de correr sete vilas acasteladas numa noite. Tinham de correr muito.

    E então também um rapaz que namorava com uma rapariga, ele era encantado, era lobisomem. E dizia:

    - É pá, eu gostava de casar contigo, mas para isso tens de me quebrar o encanto. Assim não dá… A gente… Porque eu estou ao pé de ti e de repente saio e tenho que fazer aquela obrigação do lobisomem…

    E ela:

    - Está bem, então isso faz-se. Então não se faz porquê?

    E combinou com a mãe, com a mãe dela, um dia estar à espreita. Quando ele se estivesse a esfregar, e assim quando ele abalasse, irem lá a correr buscar a roupa, levar para a casa e voltar a roupa para o direito. E assim foi. Ele abalou e elas foram numa fugida… Vejam lá: ele diz que estava nas Caldas e chegou cá num instante! Veio por aí fora a galope, a correr… E elas a acabar de virar a roupa para o direito e ele aos coices à porta, aos coices, a querer entrar… E elas não lhe abriam. Foi mesmo à conta: acabaram a última peça e foram então abrir a porta. E entra ele, diz assim:

    - Ai, ainda bem que conseguiste!... Mas sabes lá o doer que me estavas a fazer… Doía-me tanto, tanto que tu nem sabes! Se eu te apanhasse, eu matava-te.

    Georgino Rodrigues,2010,Maceira,Torres Vedras

     

     

     

Caracterização
Identificação
  • O Lobisomem
  • Georgino Rodrigues
  • 1948
  • Reformado - operário na indústria cerâmica
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Maceira
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Encontros em festas e actividades promovidas pelo Município e Junta de Freguesia

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
  • Documentário - Realização Filomena Sousa
Arquivo
  • 102/14:25 - 16:27
  • 2/Torres Vedras2012/Torres Vedras

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA