Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Vendedores de folhetos

nome:

Maria de Lurdes

ano nascimento:

1935

freguesia: Pereiro de Palhacana (Bonvizinho)
concelho:
Alenquer
distrito:
Lisboa
data de recolha: 2013
 

Dados de inventário
  • Vendedores de Folhetos de Cordel
  • Alenquer

    "Vendedores de Folhetos de Cordel" - Explicação sobre a revista Borda-d’água, vendida a par dos folhetos de cordel.

    Maria de Lurdes, Ano de Nascimento 1935. Bonvizinho. Pereiro de Palhacana. Alenquer. 

Transcrição
  • Vendedores de folhetos de cordel

    A gente, quer dizer, naquele tempo não havia televisões. E então andavam a vender o Borda-d’água. No Borda-d’água dizia quando era... quando era as luas: quando era o quarto-minguante, quando era o quarto-crescente, quando era a lua-cheia, quando era a lua-nova. E então a gente comprava isso tudo que era para a gente se orientar. Para a gente fazer as nossas sementeiras. Agora, quer dizer... Agora... Para saber quando é que chovia: agora não é preciso, que a gente ouve a televisão e ela diz quando é que chove ou quando é que faz bom tempo.

    Maria de Lurdes, Pereiro de Palhacana. 

     

Caracterização
    • Relato sobre práticas culturais
Identificação
  • Vendedores de folhetos de cordel
  • Maria de Lurdes
  • 1935
  • Trabalhadora agrícola
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Bonvizinho, junto à residência de António Comprido e Maria de Lurdes
Contexto temporal
Manifestações associadas
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Histórias partilhadas nos tempos de lazer e em festas e romarias. Actividades promovidas pelo Município.

Equipa responsável
  • Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Ana Sofia Paiva
  • Documentário - Realização Filomena Sousa