Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Ode a Vimioso

 

nome:
Maria Vara
ano nascimento:
1955
freguesia: Vimioso
concelho:
Vimioso
distrito:
Bragança
data de recolha: Outubro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • Ode a Vimioso
  • Vimioso

    "Ode a Vimioso" - Elogio e descrição das virtudes de Vimioso e menção do esquecimento a que os governantes do país votam este concelho.

     

     

    Maria Vara, 1955. Vimioso

    Registo 2010.

Transcrição
  • Ode a Vimioso

     

    «No encanto e beleza do Nordeste Transmontano

    está um recanto esquecido, recanto que eu tanto amo.

    Estás pois esquecido, recanto maravilhoso,

    no distrito de Bragança, Concelho de Vimioso.

     

    Vilar Seco, Caçarelhos, Angueira e Avelanoso

    Sarapicos, São Joanico pertencem a Vimioso.

    Quinta e Vale de Frades, Pinelo e Vale de Algoso,

    Uva, Mora e Vila Chã pertencem a Vimioso.

    Santulhão e Avinhó, Carção, Matela e Algoso,

    Campo Junqueira, Argozelo pertencem a Vimioso.

     

    Minha terra, minha gente, gente de enorme coração.

    É humilde nas palavras e grande na dedicação.

    Eu estou neste momento do meu concelho a falar

    da sua grande riqueza, que nele se pode encontrar.

     

    Tuas terras têm riqueza, são belas tuas paisagens.

    Teus vestígios pré-históricos, símbolo de grande linhagem.

    Atalaia e pelourinhos, tudo está à tua altura,

    como casas brasonadas e a bela Casa da Cultura.

     

    Há castros no teu concelho, pontes românicas também,

    Igrejas, capelas, lindas e antigas, símbolos que reflectem bem.

    Há riqueza sem par: castelos e pelourinhos,

    casas brasonadas, também pombais e moinhos.

     

    Tua riqueza é sem par, terra da minha feição,

    terra bela, mas agreste, desta vasta região.

    Tens água tão cristalina, campos verdes são trigais,

    montanhas floridas e tão belos roseirais.

     

    Pelas encostas, olivais dão assim maior riqueza

    o precioso azeite que vai à nossa mesa.

    Tua rochas são granito, sem rival tua beleza,

    na construção de belas casas é uma grande riqueza.

     

     

    Cortiça: outra fonte,  por sinal outra riqueza,

    com ela nos favorece a nossa mãe natureza.

    As tuas belas aldeias têm beleza sem par,

    desde os grandes artesões, tudo se pode encontrar.

     

    Ferreiros, latoeiros, cesteiros, também a fada do lar,

    fazem lindas maravilhas que dão muito que falar.

    Desde fiar linho ou lã, lindas colchas no tear,

    rendas e maravilhosos bordados, lindos de encantar.

     

    Também na gastronomia famosos pitéus, com rigor

    fazem as cozinheiras com carinho e amor.

    Também o nosso fumeiro, o melhor da região:

    alheiras, gotelos, chouriços, presunto e salpicão.

     

    Na nossa mesa não falta azeitonas, vinho e pão

    para acompanhar presunto e salpicão.

    Também para quem nos visita, não falta na nossa mesa

    os doces deliciosos e boa posta mirandesa.

     

    No comércio e indústria este concelho tem vida,

    mas dos grandes governantes esta terra está esquecida.

    Como vedes retratei este concelho maravilhoso

    que as suas belas aldeias engrandecem Vimioso.»

    Maria Vara, Vimioso, Outubro de 2010

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Caracterização
Identificação
  • Ode a Vimioso
  • Maria Vara
  • 1955
  • Comerciante
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Vimioso, estabelecimento comercial
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Vimioso
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Vimioso que são convidados para iniciativas do Município e Biblioteca de Vimioso. Principais actividades desenvolvidas que estas manifestações culturais:

    Sons e Ruralidades em Vimioso

    ANAMNESIS - Encontro de Cinema, som e tradição oral.

    Feira de artes, ofício e sabores

    (ver links em documentação)

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)
Arquivo
  • 34/15:03 - 21:59
  • 1/Vimioso2012/Vimioso3

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA