Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Poemas do Lobo

nome:
Manuel Jesus Coutinho
ano nascimento:
1921
freguesia: Idanha-a-Nova
concelho:
Idanha-a-Nova                                             
distrito:
Castelo Branco
data de recolha: Setembro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • Poemas ao lobo
  • Idanha-a-Nova

    "Poemas ao lobo" - Três estudantes versejam para ganhar um almoço grátis e um soldado astuto serve de juiz…

    Manuel Jesus, Ano de nascimento 1921.

    Idanha-a-Nova

    Registo 2010.

Transcrição
  • Poemas ao lobo

     

    Eram três e foram a pé de Castelo Branco pà Idanha! (…) Portanto, esses três estudantes fizeram isso, como não tinham dinheiro pà carreira(1) puseram-se a pé de Castelo Branco pà Idanha.

     

    E, então, chegaram a um certo ponto e começaram a ter fome e disseram:

     

    - Atão(2) e agora? Quem é que paga o almoço, em chegando ali àquela localidade da Mata?

    E depois:

     

    Oh, eu… Eu não pago!

     

    - Eu também não!

     

    - Então, olha… Vamos andando e depois logo se vê.

     

    *A páginas tantas*(3), encontraram um lobo morto. E combinaram:

     

    - Vamos fazer cada um o seu verso a este lobo! Aquele que ficar em piores condições é esse que paga o almoço pra(4) todos! - E, então, começaram.

     

    O primeiro disse:

     

    Este lobo, enquanto foi vivo,

    tudo quanto comeu foi cru e nada cozido!

     

    - Está bem! Então e o teu?

     

    - O meu é, olha:

     

    este lobo, enquanto por aqui andou,

    tudo quanto comeu nada pagou!

     

    - Eh! Também está bem. Então e o teu?

     

    - O meu é:

     

    este lobo já dormiu muita sesta,

    mas nunca dormiu nenhuma como esta!

     

    - Então, afinal, agora quem é que paga? Atão eles ‘tão(5) todos bons!

     

    - Ah! Não sei… Olha, já se vê!

     

    Ao fim, olharam pra trás, viram vir um soldado, um militar. Um soldado que também vinha a pé nas mesmas condições.

     

    - Olha! Vem ali um soldado! O que ele disser… Nós vamos-lhe propor as coisas, o que ele disser é que nós fazemos.

     

    - ‘Tá bem! Então vamos lá!

     

    O soldado chegou  e eles disseram:

     

    - Olha, ó colega! Temos aqui uma dúvida no pagamento do almoço. Fizemos cada um o  seu verso. Aquele que fizer em piores condições, é esse que paga… (…) Agora, vê lá tu, combinámos que aquilo que tu dissesses é que nós fazíamos.

     

    - Então, diz lá tu o teu verso. - E eles repetiram-lhe o verso.

     

    Repetiram-lhe o verso  e o soldado disse pra eles:

     

    - Ah! Todos ‘tão bem, de facto!

    Agora pagais todos três

    e comemos todos quatro!

     

    E assim o soldado comeu também de borla!

     

    Manuel Jesus Coutinho, Idanha-a-Nova, Setembro de 2010

    Glossário:

    (1) Carreira – veículo colectivo de transporte público; a ligação estabelecida por transportes colectivos com itinerário, horário e tarifas pré-fixadas.

    (2) Atão - regionalismo de Portugal, de uso informal e coloquial que significa “então”.

    (3) A páginas tantas – em certo momento; em dada altura.

    (4) Pra – redução da preposição “para ” - uso popular e coloquial.

    (5) ‘Tão – abreviatura oral de “estão” (verbo estar).

    Para a execução deste glossário consultaram-se os seguintes websites: http://www.priberam.pt; http://www.infopedia.pt;http://ciberduvidas.com

     

Caracterização
    • Conto: Card. 1626*A  Poema Sobre um Lobo Morto

     

    Classificação: Paulo Correia (CEAO/ Universidade do Algarve) 2011.

Identificação
  • Poemas ao lobo
  • Manuel Jesus
  • 1921
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Idanha-a-Nova, Biblioteca Municipal de Idanha-a-Nova
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Idanha-a-Nova
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Idanha-a-Nova em festas e romarias locais e em iniciativas do Município, Centro Cultural e Biblioteca de Idanha-a-Nova. Principais actividades desenvolvidas e que promovem estas manifestações culturais:

    Festas e Romarias

    Romaria da Nossa Senhora do Almortão

    Romaria de Nossa Senhora da Graça

    Festa do Divino Espírito Santo

    Os Mistérios da Páscoa

    Festa das Cruzes Monsanto

    Festa do Espírito Santo Ladoeiro

    Festa de Nossa Senhora da Conceição Penha Garcia

    Projectos

    Projecto Oralidades

    Festivais

    Festival de acordeonistas e tocadores de concertinas

     

    (Ver links em documentação)

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA