Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Comédia da ressurreição

nome:
Francisco Augusto Bartolomeu
ano nascimento:
 
freguesia: Caçarelhos
concelho:
Vimioso
distrito:
Bragança
data de recolha: Outubro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • Comédia da Ressurreição
  • Vimioso

    "Comédia da Ressurreição" -  Parte de falas da peça de teatro popular Sagrada Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo que conta «como [o] homem Deus ressurgiu do sepulcro com tanta elegância». (CEAMM & Bárbolo: 2007:3).

     

     

    Francisco Augusto, Caçarelhos, Vimioso

    Registo 2010.

Transcrição
  • Comédia da Ressurreição – teatro popular

     

    [Canta:]

     

    «Jerusalém atrevida

    que será dos filhos teus?

    Praticaste um deicídio(1),

    Matastes o próprio Deus.

     

    - Depois sai o centúrio(2) e disse:

     

    [Declama:]

     

    Óh que músicas tão tristes,

    que assentos(3) tão dolorosos

    fazem tremer os corações

    aos homens mais furiosos.

     

    Ao tempo que ouvi cantar

    o coração me estremeceu.

    Julguei que era o que morreu

    que me vinha a castigar.

     

    Por ser eu que o fui prender

    e o entreguei aos fariseus(4),

    acusado dos judeus(5),

    ao Calvário(6) foi morrer.

     

    Plos(7) sinais conhecidos,

    que se deram ao acabar,

    quando estava pra(8) expirar

    na cruz que todos bem vimos.

     

    O sol perdeu sua luz,

    a terra se há ressentido

    ao dar o último suspiro

    esse a quem chamam Jesus.

     

    As aves seu canto debatem;

    A lua sangue verteu;

    Todas as pedras se partem;

    O mundo todo escureceu.

     

    Vestiu-se a terra de luto;

    Turvaram-se os elementos

    e os astros, se bem escuto,

    transtornam-se os movimentos.

     

    Árvores, plantas e flores,

    animais brutos e feras

    demonstram os sentimentos

    e manifestam as penas.

     

    Enfim, tudo quanto abraça

    a humana natureza

    tudo dá a conhecer

    que padece(9) o autor dela.»

     

    Francisco Augusto Bartolomeu, Caçarelhos (Vimioso),Outubro de 2010

    Glossário:

    (1) Deicídioato ou efeito de matar um deus; nome pelo qual os cristãos designam a morte dada a Jesus Cristo.

    (2) Centúrio – centurião (na Antiga Roma, o comandante de cem homens - uma centúria -, na milícia romana).

    (3) Assentos – resoluções; ponderações; reflexões; situações.

    (4) Fariseusmembros de uma seita judaica (séc. II a.C.) que seguiam com rigor as prescrições religiosas e passavam uma imagem exterior de santidade.

    (5) Judeus habitantes da Judeia, antiga região da Palestina.

    (6) Calvário monte próximo de Jerusalém onde os romanos realizavam as crucificações e onde Jesus foi crucificado.

    (7) Plos – pelos (redução de uso informal e coloquial).

    (8) Pra – para (redução da preposição “para”, sua forma sincopada,usadano registo popular, informal - reprodução da pronúncia).

    (9) Padecesofre dores físicas ou espirituais; é vítima; é martirizado.

    Referências bibliográficas e recursos online utilizados no glossário: http://aulete.uol.com.br; http://michaelis.uol.com.br; http://www.ciberduvidas.com; http://www.infopedia.pt; http://www.priberam.pt

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Caracterização
    • Teatro popular/Fragmento da Sagrada Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo

     

    Bibliografia associada: Centro de Estudos António Maria Mourinho e António Bárbolo Alves. (Fevereiro de 2007). Resumo da Sagrada Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. 1ª Edição. Miranda do Douro. Edições do Centro de Estudos António Maria Mourinho, Biblioteca Municipal. Consultado em 15-03-2011. Em linha: http://tpmirandes.no.sapo.pt/ResumoInterpretativa.pdf

Identificação
  • Comédia da Ressurreição
  • Francisco Augusto
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Casa de Francisco Augusto,Caçarelhos, Vimioso
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Vimioso
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Vimioso que são convidados para iniciativas do Município e Biblioteca de Vimioso.

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)


 

Visite a nova exposição virtual!

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA