Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Memórias do teatro popular

nome:
Maria Vara
ano nascimento:
1955
freguesia: Vimioso
concelho:
Vimioso
distrito:
Bragança
data de recolha: Outubro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • Memórias do Teatro Popular
  • Vimioso

    "Memórias do Teatro Popular" - Breve descrição sobre as representações de teatro (autos) no concelho de Vimioso.

     

     

     

    Maria Vara, 1955. Vimioso

    Registo 2010.

Transcrição
  • Memórias do Teatro Popular

     

    [Informante 1 (MV):] «Era toda enfeitada com colchas antigas. Fazia-se as casotas com madeira, um palco grande. Depois este era do Pilatos, aquele era da … Pronto. E as pessoas – as pessoas da aldeia - as melhores colchas  e os melhores lençóis e as melhores toalhas que tinham era pra enfeitar mediante as circunstâncias. Se era do Imperador, pois eram colchas melhores…

     

    Mas as comédias ali no nosso – agora nem tanto – mas, antigamente, faziam-se várias. Desde a Paixão, Ressurreição, o dos/dois(?) Apóstolos…Era assim, era muito…

     

    [Informante 2:] – A Ressurreição e a …

     

    [Informante 1 (MV):] – Nessa altura, pronto, havia muita gente também. Não havia tanta emigração e a gente estava mais por lá. Agora…

     

    [Entrevistador:] – Pois.

     

    [Informante 1 (MV):] – Trapos.

     

    [Informante 2:] – Era trapos!

     

    [Informante 1 (MV):] – E depois deitava-se-lhe sangue. Matava-se um cabrito ou coisa e, portanto, na zona do pescoço enchia-se aquilo tudo de sangue…

     

    [Informante 2:] – E a Moura… Também era a Moura…

     

    [Entrevistador:] – Sim. E as roupas? As roupas, como é que eram?

     

    [Informante 2:] – As roupas eram… Íamos a Braga buscá-las.

     

    [Informante 1 (MV):] – A Braga. Iam a buscá-las…

     

    [Informante 2:] - Haviam casas dessas que as alugavam. Mesmo agora pra os... Os Doze Pares de França e pa’ o Auto da Imperatriz (…) fomos a Braga. Há lá muitas casas que alugam essas roupas.

     

    [Informante 1 (MV):] – Fomos a Braga, não. Foi o coordenador é que…É que foi a Braga…

     

    [Informante 2:] – Espadas. Espadas…

     

    [Informante 1 (MV):] – Tudo! E antigamente faziam as espadas…

     

    [Informante 2:] – Eu tinha uma irmã que fazia o padre… Era o padre.

     

    [Informante 1 (MV):] –  Faziam-nas…As espadas de um pau, depois havia lá um latoeiro que fazia as pontas da…

     

    [Informante 2:] – Metia a bainha, era uma bainha de lata.

     

    [Informante 1 (MV):] – De lata. Metia-as num pau e parecia uma espada! Para não ficar…

     

    [Informante 2:] – Mas havia muita gente, muitas pessoas antigas tinham espadas.

     

    [Entrevistador:] – Tinham espadas mesmo.

     

    [Informante 1 (MV):] – Tinham mesmo espadas. Nós em casa dos meus avós tínhamos…

     

    [Informante 2:] – Mas ali em Braga, se quiséssemos isso, também havia para alugar!

     

    [Informante 1 (MV):] – Só que era pra não gastar tanto dinheiro, porque…

     

    [Informante 2:] – Já esteve em Guimarães?»

     

    Maria Vara, Vimioso, Outubro de 2010

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Caracterização
    • Entrevista/Memórias do teatro popular
Identificação
  • Memórias do Teatro Popular
  • Maria Vara
  • 1955
  • Comerciante
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Vimioso, estabelecimento comercial
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Vimioso
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Vimioso que são convidados para iniciativas do Município e Biblioteca de Vimioso. Principais actividades desenvolvidas que estas manifestações culturais:

    Sons e Ruralidades em Vimioso

    ANAMNESIS - Encontro de Cinema, som e tradição oral.

    Feira de artes, ofício e sabores

    (ver links em documentação)

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)


 

Visite a nova exposição virtual!

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA